Prefeitura diz que vai pagar salário atrasado de funcionários de empresa de transporte escolar fluvial

Fonte: Rondoniagora

Terça-Feira, 09 de Outubro de 2018 às 16:24

Compartilhar matéria:

Após mais um mês paralisado e prejudicando cerca de 1 mil alunos dos distritos do Baixo e Médio Madeira de Porto Velho, o transporte escolar fluvial começou a ser normalizado na manhã de segunda-feira (8). A confirmação é da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que assumiu a responsabilidade de fazer o pagamento dos funcionários da empresa Flecha, atrasado há quatro meses.

Ao Rondoniagora, o titular da Semed, Cesar Licório, explicou que a Prefeitura optou pelo pagamento dos funcionários da empresa e descontará do contrato de transporte terrestre, também de responsabilidade da empresa. “Mais da metade dos funcionários já retornaram às atividades e estipulamos o prazo de uma semana para realizar o pagamento dos meses de junho, julho e agosto”, esclareceu. 

Ainda segundo o secretário, a empresa alegou que não estava pagando os funcionários porque não estavam recebendo. “Mas nós fizemos o pagamento de quase R$ 2 milhões. Nós ainda não fizemos o pagamento de agosto porque a empresa não apresentou as documentações necessárias”, disse. Já em setembro, todo o serviço estava paralisado.

Sobre o transporte terrestre, o secretário garantiu que está funcionando 100% há alguns meses depois de uma audiência com o Juizado da Infância e Juventude. “Hoje a maioria das embarcações está funcionando e pedimos paciência aos funcionários, para que no prazo de uma semana consigamos pagar todos os meses atrasados”, completou o secretário.

A Semed informou que as aulas perdidas durante os 30 dias serão repostas aos alunos para que o calendário escolar não seja prejudicado e termine no prazo previsto.

Contrato

No dia 19 de setembro, a Semed chegou a confirmar que o contrato com a empresa Flecha seria rescindido, mas os advogados das empresas foram para a justiça para impedir a decisão. “O juiz aceitou o pedido e deu o prazo de 10 dias para ela se regularizar. Em seguida nós assumimos a responsabilidade de pagar os funcionários, mas se por algum motivo o serviço parar novamente, nós vamos rescindir o contrato de imediato e declarar estado de calamidade”, finalizou. 

Aquisição de ônibus

A secretaria chegou a optar pela aquisição de uma frota de ônibus e voadeiras para resolver o problema do transporte caso o contrato com a empresa Flecha fosse cancelado. Mas para que isso acontecesse teria que passar pela aprovação na Câmara de Vereadores.

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921