Polícia apreende mais de R$ 7 mil e prende 11 pessoas no primeiro turno das eleições

Fonte: Secom

Terça-Feira, 09 de Outubro de 2018 às 16:12

Compartilhar matéria:

A Secretaria de Estado da Segurança Defesa e Cidadania (Sesdec) divulgou nesta terça-feira (9) o balanço final do trabalho realizado durante o primeiro turno das eleições em Rondônia, que contou com a participação da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Técnico-Científica). Em apoio ao Tribunal Regional Eleitoral, em todos os locais de votação do Estado, foram apreendidos mais R$ 7 mil, além de 47 unidades de material gráfico, como santinhos de candidatos, e ainda conduzidos e presos cinco eleitores e seis cabos eleitorais, e registrado um termo circunstanciado de ocorrência.

A Polícia Militar com emprego de policiamento ostensivo a pé, motorizado, fluvial e aéreo, realizou a segurança em cada local de votação do Estado, atuando com mais de 3.153 policiais militares e 517 veículos, entre viaturas, motocicletas e ônibus, para deslocamento do efetivo.

A Polícia Civil com efetivo de 180 policiais entre delegados, escrivães e agentes e utilizando 40 viaturas, executou as atividades de polícia judiciária em 41 municípios e localidades do Estado, onde a Polícia Federal não atuou com esta finalidade.

O Corpo de Bombeiros Militar atuou no dia das eleições com mais de 100 militares, utilizou 41 viaturas, duas aeronaves, 25 Unidades de Resgate, 22 embarcações, dois ônibus e 21 caminhões pesados para atender os eleitores e a população em geral na execução de atividades de Defesa Civil, Prevenção e Combate a Incêndios, Buscas, Salvamentos e Socorros Públicos de toda ordem. E a Politec atuou com 22 profissionais entre peritos e auxiliares, para execução de seus trabalhos.

Em prontidão, com os profissionais que trabalharam no policiamento ordinário, estiveram policiais militares integrantes do Núcleo de Operações Aéreas da Sesdec, do Batalhão de Operações Especiais e do Batalhão de Operações de Choque, totalizando aproximadamente três mil profissionais de segurança pública na atuação em defesa do sistema democrático brasileiro.

Além da atuação em campo, os dirigentes e representantes das instituições estaduais e federais de Segurança Pública compuseram o Centro Integrado de Comando e Controle Estadual, na Central de Comunicação Integrada do TRE, com a função de proporcionar respostas imediatas e eficientes às diferentes demandas que ocorreram no dia das eleições. Tomando decisões e adotando medidas saneadoras de forma integrada e eficaz, impedindo ou coibindo o cometimento de crimes comuns e eleitorais, e deliberando atuação preventiva e repressiva aos incidentes ou distúrbios públicos que de alguma maneira puderam interferir no pleito eleitoral.

Entre os registros de ocorrências, quanto aos crimes comuns nos locais de votação, ocorreram dois furtos; quanto aos crimes eleitorais, foram registradas quatro ocorrências sobre boca de urna, três referentes a compra de votos e corrupção eleitoral, duas propagandas eleitorais irregulares e oito ocorrências sobre crimes eleitorais diversos; quanto aos incidentes no entorno dos locais de votação, foram registradas cinco ocorrências de acidentes de trânsito e 61 registros de urnas eleitorais com defeito.

Em apreensões, mais de R$ 7 mil foram recolhidos, além de 47 unidades de material gráfico, como “santinhos” de candidatos. Até o término do domino (7), foram conduzidos e presos cinco eleitores e seis cabos eleitorais, e registrado um termo circunstanciado de ocorrência.

A Sesdec deve atuar na mesma proporção no segundo turno, em 28 de outubro.

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921