SANGUE FRIO: MP denuncia homem por matar pai e mãe a facadas em MT

Fonte: Reporter mt

Sábado, 12 de Maio de 2018 às 13:12

Compartilhar matéria:

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público contra Adriano Alves Manoel, apontado como executor do pai, o policial civil aposentado Noraíde Manoel Morais, de 64 anos, e a mãe Elza Alves Manoel, de 63 anos, no rancho do casal – localizado próximo ao Rio Jauru, no município de Glória D’Oeste (300 km à Oeste de Cuiabá). 

                                                                                                                                               RepórterMT/Reprodução

 

 

O crime aconteceu em março desde ano. Conforme a denúncia do MP, há elementos contundentes que comprovam que Adriano executou o pai e a mãe a facadas.

Ao ser preso, em audiência de custódia, Adriano confessou ser usuário de crack, maconha, cocaína e álcool, além de alegar ter problemas mentais.

“Os elementos de cognição produzidos demonstram, até então, a existência do crime e indícios de autoria na pessoa do réu preenchendo, portanto, os requisitos do art. 41 do CPP e não sendo o caso de se aplicar o art. 395 do mesmo diploma, recebo a denúncia ofertada em desfavor de Adriano Alves Manoel, por satisfazer os requisitos legais”, afirmou a juíza Lílian Bartolazzi L. Bianchini, na decisão.

O crime

A dupla execução aconteceu no dia (5) de março. Inicialmente, o filho disse que encontrou os corpos dentro da casa, com ferimentos de faca. Aos policiais, Adriano relatou que o pai e a mãe receberam golpes no tórax e abdômen enquanto ele estava pescando.

Adriano ainda teria colocado o casal em uma caminhonete e levado eles para uma unidade de saúde, porém, eles não resistiram aos ferimentos. O caso foi investigado pelo delegado Gutemberg de Lucena Almeida, que representou pela prisão de Adriano.

Conforme as investigações, Adriano mentiu sobre o corrido. Ele teve uma discussão com pai, se armou com uma faca e o esfaqueou. A mãe tentou intervir, mas também foi ferida pelo agressor.

As investigações também comprovaram que ele mudou toda a cena do crime, destruindo provas e, inclusive, jogando a faca usada para matar os pais no rio. Só na volta ele pegou casal, colocou na caminhonete e levou para o Posto de Saúde da Família (PSF).

adriano Alves Manoel mata pais a facadas policial  Noraíde Manoel Morais

Noraíde Manoel Morais

 

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921