ISS da advocacia em Porto Velho é retirado por liminar

Fonte: Assessoria

Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018 às 13:18

Compartilhar matéria:

A desembargadora Federal Ângela Catão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região deferiu liminar ao recurso apresentado pelo advogado Breno de Paula, proibindo a cobrança abusiva e ilegal do ISS da advocacia em Porto Velho. O conselheiro e ouvidor nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Elton Assis, acompanhou todo trâmite do Agravo de Instrumento impetrado no TRF e foi a Brasília junto com Breno de Paula na semana passada, comemorou a decisão favorável aos profissionais do Direito.

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), alterou o fato gerador da cobrança do ISS contrariando dispositivos da Constituição Federal. Em entrevista, o conselheiro Elton Assis, comentou a decisão afirmando que “todo o sistema OAB está mobilizado na defesa intransigente das prerrogativas da advocacia”.

O conselheiro federal Breno de Paula afirma que “o poder tributário não é absoluto e deve respeitar fundamentos constitucionais. O egrégio Tribunal Regional Federal restabelece as balizas constitucionais entre o fisco e contribuintes”.

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99993-4921