Maria do Rosário vai à Justiça contra deputado da tatuagem de Temer

Fonte: Congresso em foco

Quarta-Feira, 06 de Dezembro de 2017 às 10:01

Compartilhar matéria:

Revoltada com o arquivamento de duas denúncias contra o deputado Wladimir Costa (SD-PA) pelo Conselho de Ética da Câmara na tarde de ontem (terça-feira, 5), a deputada Maria do Rosário (PT-RS), uma das atingidas pelo parlamentar, anunciou que acionará a Justiça contra o congressista. “Não levarei desse plenário nada que desonre a minha família. [...] Abomino e irei à Justiça. Não desistirei, mostrando que essa Casa não é dos imorais, degenerados e dos corruptos. É de mães e pais honrados”, declarou.

“Não é a primeira vez que nesta casa vejo um desrespeito às mulheres, mas é a primeira vez que me sinto desrespeitada como mãe. Vossas Excelências são pais e mães, Vossas Excelências falam em defesa de seus filhos e eu falo em defesa da minha. Não permitirei. Não passarão. Não usem a imagem de qualquer criança ou adolescente, filho de um homem ou uma mulher parlamentar, na política, para agredirem seus país, suas mães. O Conselho de Ética deu um belo exemplo de como desrespeitar a nossa presença aqui”, ressaltou a deputada em plenário.

No caso que envolve Maria do Rosário, Wladimir era acusado de ter divulgado fotos íntimas de uma filha da deputada. O parlamentar nega a autoria das publicações. Ao se defender da acusação de ter compartilhado fotos da filha de Maria do Rosário, ele afirmou que o número que teria disseminado as fotos não pertencia a ele. As imagens foram compartilhadas no fim de agosto e, para se explicar, o deputado apresentou documento da operadora afirmando que o número não é dele.

Na outra ação arquivada, o deputado que “tatuou” o nome de Temer no ombro era acusado de assediar uma das repórteres da rádio CNB, Basília Rodrigues. O relator do processo, Laerte Bessa havia recomendado o prosseguimento da denúncia na primeira versão de seu relatório, apresentado no início de novembro. Ontem (terça-feira, 5), o deputado mudou o entendimento e recomendou o arquivamento.

Em julho, quando o deputado tatuou “Temer” no ombro com tinta removível, a repórter da CBN pediu que Wladimir mostrasse a tatuagem, ao que o deputado respondeu, na frente de várias outras pessoas: “Para você, só se for de corpo inteiro”. Ao tentar se defender nas redes após a declaração, o deputado afirmou que a repórter não despertaria desejo por que “foge totalmente dos padrões estéticos”.

Deputado Jesuino Boabaid se indigna com veto do governo

Deputado Jesuino Boabaid se indigna com veto do governo

Sessão Solene homenageia servidores da SEJUS

Sessão Solene homenageia servidores da SEJUS

Direção Geral: Vinicius Queiroz
Rua Reverendo Elias Fontes - N°1914, Agenor de Carvalho
Porto Velho/RO. 76820-294
Fone: 69-99386-6052